em África do Sul

O QUE FAZER EM CAPE TOWN: PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS

Cape Town é a cidade queridinha da África do Sul. Sua beleza natural com belas montanhas, paisagens e praias lembra bastante o Rio de Janeiro, a diferença fica na parte urbana que faz de Cape Town ou Cidade do Cabo uma cidade aparentemente mais desenvolvida e moderna. Quatro dias são suficientes para conhecer as principais atrações em Cape Town mas se quiser usufruir mais de cada momento dá para ficar mais. Confira abaixo o que fazer em Cape Town e quais são os principais programas turísticos na minha opinião.

TABLE MOUNTAIN OU MONTANHA DA MESA

O que fazer em Cape Town: Table Mountain
Vista do topo da Table Mountain, Cape Town, África do Sul

Table Mountain ou Montanha da Mesa tem esse nome por sua superfície plana que chega a medir 3km. A mais famosa atração da cidade deve ser também a sua prioridade quando chegar isso porque o bondinho fica fechado dependendo das condições climáticas e é um tanto quanto frequente fechar (venta muito em Cape Town). Antes de ir vale a pena conferir a previsão do tempo, valores e horários das viagens. A vista é incrível e quase panorâmica da cidade. No bondinho tem um chão giratório que torna o momento ainda mais legal!

Outra opção para subir é fazer uma das diversas trilhas até o topo. Na volta pode optar por descer de bondinho. É claro que esta foi minha opção! A trilha dura cerca de 2h – 2h:30 e ao longo do percurso a paisagem é belíssima, além de ser um belo exercício, de graça e não precisa pegar fila!

Se for subir de bondinho compre o ticket online! As filas são grandes e ter o bilhete online lhe dará prioridade. Se você estiver no ônibus do CitySightSeeing é possível comprar o bilhete com o motorista.

PRAIAS: CAMPS BAY E CLIFTON BEACH

Visitar as belíssimas praias da costa de Cape Town pode ser seu programa relax depois de ir à Table Mountain. A praia de Camps Bay é muito bonita e tem o charme de ser envolta pelo chamado “12 apóstolos”. Há inúmeros bares e restaurantes na orla que a deixa bem agitada. Aproveite para ir ao Caprice Café, além de boa comida, tem DJ e fica bem badalada no por do sol. Tanta coisa boa tinha que ter um “defeitinho” né? A água é absurdamente gelada (pelo menos em setembro)! Dá câimbra só de colocar o pé na areia molhada, então vai precisar de muita vontade para entrar.

O que fazer em Cape Town: Praia Camps Bay
Praia Camps Bay em Cape Town

Clifton Beach é a praia vizinha e é na verdade formada por 4 praias numeradas como 1, 2, 3 e 4. Todas são incrivelmente lindas, mais tranquilas que Camps Bay e preferida pelos mais afortunadas. As praias são “cercadas” por condomínios luxuosos que ajudam formando uma parede contra o vento.

Outra boa opção de praia na cidade é Muizemberg com suas famosas casas coloridas, conhecida pelos surfistas e tubarões brancos.

CAPE POINT & CABO DA BOA ESPERANÇA | CHAMPMANS PEAK DRIVE | BOULDERS BEACH

O Cape Point & Cabo da Boa Esperança (Cape of Good Hope) além das suas montanhas e praias desertas tem muita história! É o ponto de encontro entre os Oceanos Atlântico e Índico e no passado foi um importante polo de abastecimento para as rotas que seguiam para as Índias.

Uma vez lá, são dois pontos interessantes visitar: o Farol com seus mirantes e a tão fotografada placa Cape of Good Hope! Para ir de um ao outro é possível pegar uma trilha de 1h30 ou para os apressados, pegar o carro, são apenas 10 minutos.

O que fazer em Cape Town: Farol Cape Point
O que fazer em Cape Town: Farol Cape Point
O que fazer em Cape Town: Cabo da Boa Esperança

Como a região fica a cerca de 1h – 1h30 de Cape Town, não existe um meio público de chegar. As opções são fazer o passeio com uma agência especializada (como a African Eagle) ou alugar um carro e fazer por conta própria, o que, na minha opinião, é a melhor escolha pois além de sair mais barato você fica livre para organizar seu tempo além de ter o prazer de dirigir pela Chapman’s Peak Drive. Para quem não conhece, esta é tida como uma das estradas mais cênicas do mundo! São cerca de 10km percorridos em uma área de rochedos e falésias na costa e, por isso, quando as condições climáticas não são boas a estrada fecha, então cruze os dedos quando for!!

BOULDERS BEACH, HOUT BAY, MUIZENBERG

Ao longo do caminho também é possível parar na Marina em Hout Bay, conhecer as praia de Noordhoek, Muizenberg e Boulders Beach em Simon’s Town com a sua simpática população de pinguins!

Algumas agências fazem este passeio de Bike em que são percorridos até 60km de bike. Fiquei com muita vontade de fazer, mas não tinha pessoas suficientes para fazer o passeio no dia que planejei, fica a dica para quem tiver disposição física e também um pouco mais de dinheiro. Agora, se for de carro como eu, você também não irá se arrepender!

TRILHA LION’S HEAD

O que fazer em Cape Town: Trilha Lions Head
Table Mountain vista do topo Lions Head

Recomendo a todos fazer a trilha da Lion’s Head que é a única opção de chegar ao top. É uma trilha rápida, leva cerca de 40m à 1h e tem um início tranquilo, no entanto a fase final onde começam as rochas/granitos é um pouco mais técnico. Digo isso, pois têm algumas partes estreitas, “degraus” mais altos, escadas e trechos para subir segurando ganchos na rocha. Não que seja difícil subir, porém exige mais cuidado e esforço. Quem tem medo de altura pode ficar um pouco preocupado. Fui no pôr do sol e indico fazerem o mesmo, o visual é lindo demais e tem uma vista privilegiada da Table Mountain, Camps Bay, Signall Hill. A trilha é feita em espiral, circulando a montanha com vista panorâmica. É minha vista preferida em Cape Town. Tem muitas pessoas que vão lá pra ver o nascer ou o por do sol, então sempre tem gente na trilha, mesmo no escuro e taxis esperando na base. Acho importante apenas garantir que o trecho do topo da montanha seja feito com relativa claridade pelos motivos que já falei.

Pôr do Sol, Topo Lions Head, Cape Town
Pôr do Sol, Topo Lions Head, Cape Town
Pôr do Sol, Topo Lions Head, Cape Town
Subindo Lions Head, Cape Town

KIRSTENBOSCH BOTANICAL GARDEN

O Kirstenbosch Garden é o melhor Jardim Botânico da África e está entre os 10 melhores do mundo. Um dos pontos mais interessantes é passear pelo canopy walkway que é uma especia de passarela suspensa onde pode-se ter uma visão melhor do parque. No verão tem um charme a parte com realização de shows que atraem muita gente. Para chegar lá é possível pegar o CitySeeing e é uma parada antes das vinícolas de Groot Constantia.

VINÍCOLAS: GROOT CONSTANTIA, STELLENBOSCH, FRASNCHOEK

Existem algumas opções de vinícolas para visitar em Cape Town. A mais próxima da cidade é a região de Groot Constantia e é possível fazer em uma tarde pegando o ônibus do CitySeeing. A Groot Constantia é a vinícola mais antiga da região e tem o tour para conhecer o processo de produção dos vinhos bem como degustação. Outra bastante conhecida é a região de Stellenbosch e Franschoek. São mais distantes e quem opta por visita-las acaba pernoitando próximo a região.

O que fazer em Cape Town: Vinicola Groot Constantia
O que fazer em Cape Town: Vinicola Groot Constantia

ESTÁDIO CAPE TOWN | GREEN POINT PARK | SEA POINT

Em um dia mais tranquilo é possível visitar o Estádio de Cape Town que foi sede da Copa do Mundo de 2010 e nos arredores caminhar pelo Green Point Park e Sea Point. É definitivamente uma caminhada prazerosa. Em um trecho do Sea Point tem uma piscina pública bem próxima ao mar com acesso livre, quem tiver disposição é uma boa pedida.

OLD BISCUIT MILL | BAY HARBOUR MARKET

O Old Biscuit Mill é uma espécie de “feira” em Cape Town, tem artesanatos, lojinhas, roupas e comidas variadas. Abre 6x na semana, só fecha no domingo e feriados, porém recomendo ir aos sábados. Eu fui na segunda e muitas coisas estavam fechadas e com movimento muito baixo, muito diferente do fim de semana onde é concentração de gente descolada. Fica no bairro de woodstock que é uma região central da cidade, vale a pena também bater perna nos arredores, parece legal. Outro mercado que parece ser ainda mais legal é o Bay Harbour Market que acontece todos fins de semana em Hout Bay e é mais popular entre os locais.

VICTORIA & ALFRED WATERFRONT

Victoria & Alfred Waterfront é uma das principais atrações de Cape Town é um complexo que reúne um aquário (Two Oceans Aquarium), um shopping (Victoria Wharf), mercado (V&A Craft Market) e diversos restaurantes, bares e cafés na região portuária da cidade. É de lá também que saem passeios pelo píer de barco, passeio a Robben Island (prisão onde Nelson Mandela ficou preso por mais de 20 anos) e dura cerca de 4 horas e os tão procurados mergulhos com Tubarão Branco. Eu fiquei bastante tentada a fazer o passeio e escutei diversas opções a respeito, mas no fim acabei não fazendo.

Waterfront, Cape Town

LONG STREET & KLOOF STREET

A Long Street é a rua mais famosa de Cape Town. Se tivesse que comparar com o Rio de Janeiro seria como ir a Lapa. A rua é cheia de bares e restaurantes e tem uma diversidade de pessoas durantes todos os dias da semana, embora o maior agito seja na sexta e sábado a noite. Muitas vezes é um destino procurado mais por turistas. Os locais preferem ir na Kloof Street que nada mais é que a continuação da Long Street ou a Bree Street também perto que na verdade foi minha rua preferida.

OUTRAS OPÇÕES

Participar de uma roda de Djembe do Mestre Manam: ocorre todos os sábados das 15h às 17h no cruzamento da Long Street com a Long Market Street. Infelizmente não cheguei a tempo mas é uma ótima oportunidade de aprender a tocar os famosos tambores africanos.

  • Ver o pôr do Sol no Signal Hill.
  • Visitar Bo-Kaap, o bairro muçulmano conhecido por suas casinhas coloridas.
  • Pedalar na Lua Cheia #moonlightmass: se for sortudo e gostar de bike, é uma ótima opção de passeio. Ocorre sempre na lua cheia. Para conferir o calendário acesse aqui o site.
  • Passeio de Helicóptero com uma vista incrível de Cape Town.

CAPE TOWN: CONFIRA ABAIXO ONDE FICA CADA LUGAR!

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar